Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Novembro de 2020

Policial

Carreta arrasta carro por 120 m em acidente com uma morte

Conforme o inspetor Dino Bottari Filho, o tacógrafo da carreta apontou velocidade de 80 km/h.

Campo Grande News

07 de Dezembro de 2012 - 10:52

O veículo Gol, que bateu de frente com uma carreta na BR-163, foi arrastado por 120 metros. O acidente foi por volta das 5h desta sexta-feira e provocou a morte de Edmilson dos Santos, de 33 anos. Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o Gol vinha por uma estrada de terra que dá acesso à rodovia, próximo às Moreninhas, e entrou na contramão.

Edmilson sofreu fraturas múltiplas e teve o rosto dilacerado. Ele morreu na hora. No interior do carro, havia várias latas de cerveja. A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) da vítima estava vencida. “Tenho 36 anos de estrada e foi a primeira vez que me envolvo em acidente. Fico sentido, é uma vida. Ele tinha família. Por que fazer uma presepada dessas para complicar a vida dos outros”, questiona o caminhoneiro Fernandes Alves Ventura, de 55 anos.

O motorista da carreta contou que ainda tentou desviar do Gol, jogando o veículo para a outra pista. Mas teve que suspender a manobra para não colidir com um bitrem. “Não tive o que fazer”, desabafa Fernandes.

Conforme o inspetor Dino Bottari Filho, o tacógrafo da carreta apontou velocidade de 80 km/h. Já o teste do bafômetro mostrou que o caminhoneiro não ingeriu bebida alcoólica. A carreta, carregada com areia, ainda será removida da rodovia. A PRF organiza o trânsito.

O corpo do condutor do Gol foi levado para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.