Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Policial

Criança indígena é encontrada morta com sinais de violência sexual

O crime ocorreu na Fazenda Gauchinha, que fica localizada próxima a aldeia Te’Yikuê, em Caarapó.

Caarapó News

22 de Dezembro de 2010 - 07:11

Criança indígena é encontrada morta com sinais de violência sexual
Corpo estava em um barranco, embaixo de um tronco de - Caarap

Uma criança indígena de apenas 8 anos de idade foi encontrada morta de maneira brutal no final da tarde desta terça-feira (21), próximo a um córrego na Fazenda Gauchinha, que fica localizada próxima a aldeia Te’Yikuê, em Caarapó.
 

Conforme apurado no local, a vítima teria saído de casa por volta 7h da manhã em companhia de um primo de 15 anos e de uma tia de 18 anos, para irem tomar banho e lavar roupa em uma lagoa que fica na referida fazenda.
 

Por volta das 17h, um outro indígena teria chegado à residência da mãe da criança, Nilsa Martins (25), relatando que sua filha teria morrido afogada e seu corpo estaria às margens de um córrego.
 
 As Polícias Civil e Militar de Caarapó e a Perícia Técnica da cidade de Dourados foram acionadas e no local encontraram o corpo da criança em um barranco, com uma lesão na cabeça, marcas de mordida e sinais de violência sexual.
 
 
Ainda no local, foram encontrados uma barra de ferro e um facão. Logo após, a Polícia Civil encontrou os suspeitos, o primo e a tia da vítima, que foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.
 
 
O menor de 15 anos disse aos policiais que quem teria matado e violentado a criança foi a tia e mais dois homens. A acusada nega a versão e insiste em dizer que a criança morreu afogada, mesmo diante de todas as evidencias.
 
 
 O delegado Luís Milani instaurou inquérito para investigar o caso e a Polícia procura agora os dois homens ao qual o menor acusou como sendo autores do crime.