Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Policial

Mais dois são presos por pesca irregular na piracema

A única pesca permitida durante a reprodução dos peixes nos rios de domínio do Estado é para subsistência

Dourados News

20 de Dezembro de 2010 - 09:52

Em Corumbá, os militares da Polícia Ambiental prenderam um pescador em Domingos Ramos, região banhada pelo rio Paraguai, distante 70 quilômetros da cidade. O acusado foi flagrado com duas redes de pesca, quatro tarrafas (petrechos proibidos), uma arma de caça – espingarda calibre 22, carregada com seis munições – e uma motossera sem registro. Segundo os policiais, a prisão ocorreu antes que o pescador, residente em Corumbá, capturasse algum animal.

Tanto o acusado, quanto os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foi autuado em flagrante e liberado após pagamento de fiança.

Ele responderá em liberdade pelo crime de pesca predatória mas, se condenado, terá que cumprir pena de um a três anos de detenção. Por porte ilegal de arma, a reclusão prevista varia de dois a quatro anos. Além da autuação, o pescador foi multado em R$ 2,2 mil por pesca predatória e em R$ 1 mil pelo porte de motossera sem registro.

No município de Mundo Novo mais um pescador foi preso. Residente em Iguatemi, o acusado foi flagrado enquanto armava uma rede de pesca (petrecho proibido) no rio Piraí.

Segundo o comando da Polícia Militar Ambiental no Estado, a intensificação da fiscalização neste período de piracema é fundamental para evitar a depredação dos cardumes. A única pesca permitida durante a reprodução dos peixes nos rios de domínio do Estado é para subsistência.