Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Policial

Mulher lança spray de pimenta em vigia e vai presa por racismo e desacato

Quando a vítima disse que chamaria a polícia foi agredida com o spray e choque. Renata fugiu em seguida.

Campo Grande News

18 de Fevereiro de 2011 - 17:55

Renata Chagas Lourenço, 25 anos, foi presa na madrugada desta sexta-feira após xingar, dar choque e lançar spray de pimenta nos olhos de um vigia, além de ter desacatado os policiais militares que a levaram a delegacia. O fato ocorreu em um posto de combustíveis na avenida Marcelino Pires em Dourados, cidade que fica a 233 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a mulher usava um equipamento de defesa pessoal e dava choques em várias pessoas que estavam no local. O segurança, um homem de 58 anos, chamou a atenção dela pedindo que parasse de incomodar os clientes. Ela utilizou palavras racistas para ofender o guarda. “Velho nojento. Nego preto safado”.

Quando a vítima disse que chamaria a polícia foi agredida com o spray e choque. Renata fugiu em seguida.

Uma viatura da PM localizou a mulher em uma Saveiro com placas de Ibaiti (PR), ainda na avenida Marcelino Pires. Ela estava acompanhada por outra mulher identificada como Rita de Cássia Rodrigues de Almeida, 25 anos. Esta, disse que o pai era policial federal e ameaçou os policiais dizendo que ele tomaria “providências”.

O spray e equipamento de choque foram encontrados dentro do carro e as mulheres levadas para a 1ª DP de Dourados.

Renata apresentava sinais de embriagues, mas se recusou a fazer teste do bafômetro. Ela foi indiciada por Injúria qualificada pelo racismo e desacato. Rita foi indiciada somente por desacato.

O veículo foi recolhido e levado ao pátio do Detran local.