Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Policial

Ordenado frei na Capital é preso em MT ao sair de um motel com garota de 16 anos

A prisão ocorreu no fim da tarde da última segunda-feira, por volta das 17 horas, cerca de três horas após o frei entrar no motel com a menor

Diário de Cuiabá

02 de Fevereiro de 2011 - 10:33

O frei franciscano Erivan Messias da Silva, de 45 anos, foi preso após sair de um motel na cidade de Várzea Grande (MT), em companhia de uma adolescente de 16 anos, informou o jornal Diário de Cuiabá.

O religioso, que estava num Gol de uso exclusivo das atividades paroquiais, foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável, cuja pena vai de oito a 15 anos de prisão.

Essa não seria a primeira vez em que o frei manteve relações sexuais com a menor. A arquidiocese de Cuiabá anunciou o afastamento do frei das atividades paroquiais ontem à noite.

A prisão ocorreu no fim da tarde da última segunda-feira, por volta das 17 horas, cerca de três horas após o frei entrar no motel com a menor.

Policiais da Delegacia da Defesa da Mulher e da Criança de Várzea Grande ficaram das 14h às 17 horas esperando o pároco sair do motel. Assim que o carro passou pelo portão da saída, o franciscano foi preso. Ele é pároco das igrejas Nossa Senhora de Guadalupe e Mãe dos Homens, ambas em Cuiabá. Cuiabá é separada de Várzea Grande por uma ponte.

No entendimento da delegada Juliana Palhares, a adolescente estava vulnerável, uma vez que o religioso exercia um certo poder sobre a menor. “Da mesma forma que um pai, padrasto, pelo fato de sua ascendência afetiva”, frisou.

A delegada explicou que o frei tinha relação de amizade com a família da adolescente há cerca de três anos, desde que chegou de Campo Grande (MS) para ser pároco em duas igrejas da Capital. Erivan teria sido ordenado frei em 1989, na capital sul-mato-grossense, segundo a imprensa de Cuiabá.

O relacionamento mais íntimo com a adolescente teria ocorrido desde julho do ano passado. “Desde o ano passado, a delegacia recebeu uma denúncia nesse sentido e, começamos a investigar”, frisou.

As investigações apontam que o frei levou a menor em vários motéis no período vespertino e os últimos encontros ocorreram em motéis da região do “Zero”, em Várzea Grande, mais precisamente em um cuja entrada é pela avenida da FEB.

Anteontem à tarde, os policiais receberam uma denúncia de que o Gol do religioso entrou no mesmo motel. A partir daí, ficaram em observação. Assim que o Gol saiu, os policiais checaram e descobriram que frei Erivan estava com a adolescente, onde ficaram por cerca de três horas. “O objetivo (do flagrante) foi contextualizar a denúncia”, complementou a delegada.

Conforme Juliana Palhares, o fato causa repulsa por se tratar de um religioso, mas independente disso, a Polícia Civil fez sua parte. “Não cabe a nós (da Polícia Civil) especular. Estamos diante de fatos”, destacou.

Autuado por estupro de vulnerável, o frei foi encaminhado para o Anexo I do Presídio Central do Estado, no bairro Centro América, onde ficam presos com formação superior.

Atividades

Frei Erivan Messias da Silva é Ministro Custodial da Custódia Franciscana das Sete Alegrias de Nossa Senhora, uma das onze entidades franciscanas (da Ordem dos Frades Menores – OFM) presentes no Brasil. Abrange os Estados de Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS). Sua sede se encontra no Convento São Francisco, em Campo Grande – MS, à rua 14 de Julho, n.º 4213, no Bairro São Francisco. Sua razão social é: Missão Franciscana do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul – MIFRA.

Os frades franciscanos do MT e MS estão presentes em 10 Fraternidades (6 no MS e 4 no MT), a partir das quais atendem 9 paróquias que se encontram nos territórios de duas Arquidioceses (Campo Grande e Cuiabá) e duas Dioceses (Dourados e Rondonópolis). No Mato Grosso do Sul, os Franciscanos estão presentes em Dourados, Caarapó, Itaporã, Rio Brilhante e Campo Grande.

E, no Mato Grosso, em Rondonópolis, Pedra Preta e Cuiabá. Nas paróquias, Frei Erivan, segundo informa a Custódia das Sete Alegrias, é responsável pela realização dos mais diversos trabalhos ligados à ação evangelizadora da Igreja, nos diversos campos pastorais, atendendo a comunidades e grupos, lutando pretensamente pela integridade da Criação, pela paz e pela justiça social, atuando na área da saúde e na promoção humana.

A nota da arquidiocese de Cuiabá:

“Diante dos fatos ocorridos com o FREI ERIVAN MESSIAS DA SILVA, NA TARDE DE 31 DE JANEIRO DE 2011, EM VÁRZEA GRANDE, MT, manifestamos nossa consternação e repulsa pelo fato ocorrido com uma jovem de dezesseis anos.

No tocante à Arquidiocese de Cuiabá já notificamos de imediato ao interessado a SUSPENSÃO DO EXERCÍCIO DO MINISTÉRIO SACERDOTAL E A DESTITUIÇÃO DE PÁROCO DAS PARÓQUIAS NOSSA SENHORA MÃE DOS HOMENS E NOSSA SENHORA DE GUADALUPE.

Os demais encaminhamentos serão conduzidos pelos Superiores da Ordem/Congregação à qual pertence o Frei.