Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Policial

Polícia procura família suspeita de tentar matar mulheres em MS

Jovem de 19 anos foi agredida e irmã esfaqueada nas costas, diz polícia. Agressões teriam sido feitas por marido, cunhada e sogros da jovem.

G1

14 de Agosto de 2012 - 09:55

A Polícia Civil está a procura de quatro pessoas da mesma família, suspeitas de tentarem matar a facadas uma jovem de 19 anos e a irmã dela, uma adolescente de 16 anos, em Corumbá, a 444 km de Campo Grande. Um menino de 4 anos, filho da jovem, também foi vítima de agressões, segundo a polícia.

O caso aconteceu por volta das 22h30 do domingo (12), no centro da cidade. De acordo com o boletim de ocorrência, um homem de 22 anos, namorado da jovem, foi até a casa dela.

Segundo registro da ocorrência, o homem teria se descontrolado, aparentemente sem motivos, e começou a agredi-la a socos e tapas. Um menino de 4 anos, filho do casal, também foi agredida.

A criança teria caído no chão com a força do soco que levou, segundo a jovem. Vizinhos presenciaram as agressões e socorreram as vítimas depois que o homem fugiu.

Em seguida, a jovem foi até a delegacia a pé, com o filho e a irmã de 16 anos. No caminho, foram abordados novamente pelo suspeito, que estava em um carro, acompanhado da mãe, do padrasto e da irmã de 25 anos.

A cunhada da vítima desceu do carro armada com uma faca e, em seguida, atingiu a adolescente com uma facada no abdômen.

Depois de cair ao chão, a garota tentou se levantar e foi atingida por outra facada nas costas. Ao mesmo tempo, o homem continuou a agredir a namorada, com socos e chutes. Conforme relato das vítimas, durante as agressões, os pais incentivaram a briga.

A jovem de 19 anos foi atingida por um golpe de faca no ombro e a criança presenciou as agressões, segundo a Polícia Civil.

As vítimas foram socorridas até o Hospital Municipal. O caso foi registrado na 1ª delegacia de Polícia Civil como tentativa de homicídio, lesão corporal, violência doméstica e vias de fato. A polícia solicitou que as três vítimas façam exame de corpo de delito.