Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Policial

Presos fazem buraco no teto para fugir de presídio em Amambai

No pente-fino foram recolhidos haxixe, oito celulares, carregadores, lista telefônica manuscrita com vários números, facas e estiletes artesanais

Campo Grande News

09 de Fevereiro de 2011 - 07:52

Presos do Estabelecimento Penal de Amambai, município que fica a 360 quilômetros de Campo Grande, fizeram um buraco no teto de uma das celas para fugir do local. O plano de fuga foi descoberto e policiais agentes penitenciários fizeram um pente-fino no local.

A Polícia Civil de Amambai descobriu o plano e informou a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) e a PM (Polícia Militar).

Diante da situação, policiais e agentes fizeram na madrugada de segunda-feira uma varredura no presídio e encontraram o buraco no teto de uma cela onde havia 17 detentos e diversos celulares.

Alguns dos presos tentaram esconder os telefones. Foi o caso de Fábio Ramoa, de 20 anos, preso por latrocínio, que tentou engolir o aparelho.

No pente-fino foram recolhidos haxixe, oito celulares, carregadores, lista telefônica manuscrita com vários números, facas e estiletes artesanais.

Fuga- O buraco feito para fuga já havia ultrapassado a massa de concreto do teto. Pelo local os detentos teriam acesso ao telhado do presídio.

Para furar o concreto os presos utilizaram um pedaço de barra de ferro de construção com ponta e o entulho retirado era colocado em uma sacola plástica e escondido em meio aos pertences pessoais.

Foram apontados como responsáveis pelo plano de fuga os paranaenses Adolfo Bugai Junior, de 24 anos e Gilberto Renato Wergenski, de 37 anos. Os dois foram presos pela PM no dia 13 do mês passado, suspeitos de terem seqüestrados um motorista em Ponta Porã.