Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Policial

Proprietário rural é multado em R$ 30 mil por afetar área de preservação

Ele também responderá por crime e poderá pegar pena de 01 a 03 anos de detenção, por destruir área de preservação permanente.

Midiamax

09 de Fevereiro de 2011 - 13:11

Durante fiscalização nas propriedades rurais de Deodápolis, para prevenção e repressão às infrações ambientais, os Policiais Militares Ambientais Dourados, autuaram na terça-feira (08) um proprietário rural por afetar área de preservação.

Osvaldo Klem, de 46 anos, residente em Fátima do Sul, havia construindo em sua Fazenda Progresso, uma represa, em um córrego, sem autorização ambiental, afetando uma grande área de preservação permanente. Havia ainda um desvio da água para funcionar uma roda d’água também sem autorização.

As atividades foram interditadas e Osvaldo foi multado em R$ 30.000. Ele também responderá por crime e poderá pegar pena de 01 a 03 anos de detenção, por destruir área de preservação permanente.

O proprietário foi notificado a realizar um Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD), para apresentar junto ao órgão ambiental estadual e iniciar a recuperação da área. (Com informações da PMA)