Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Policial

Quadrilha explode muro de prisão e resgata 22 assaltantes em Cuiabá

Midia Max

20 de Agosto de 2012 - 14:23

Uma quadrilha fortemente armada explodiu parte do muro do Presídio Central do Estado, em Cuiabá, e 22 detentos fugiram.

Todos os presos estavam no Raio 5 e, a maior parte deles, pertence à quadrilhas de assalto a banco na modalidade conhecida “novo cangaço”.

A fuga ocorreu por volta das 2 horas da madrugada, após cerca de 15 pessoas chegarem em três veículos (dois Gols e uma picape Fiat Strada) e cinco motocicletas.

Após a detonação do muro, os presos fugiram e, de cima da picape, dois homens com metralhadoras e fuzis começaram a atirar contra os policiais que estavam na guarita e que se deslocaram até o local.

Dos 22 fugitivos, três foram capturados horas depois. Um dos envolvidos na fuga também foi preso por policiais militares. Dois dos presos novamente, conhecidos como “Bruno” e “Ronaldo”, não possuem vínculo com os integrantes do “novo cangaço”.

Os três presos foram localizados numa casa, no bairro Pascoal Ramos. Eles teriam aproveitado a fuga dos demais e saíram juntos. O suspeito de ter participado da explosão foi preso nas proximidades, mas a Polícia não forneceu informações a respeito dele.

Conforme os militares, os criminosos serraram as grades, possivelmente no sábado ou domingo. “Já estava tudo esquematizado”, observou um policial.

Escopeta e fuzil

Durante as buscas, por volta das 4h30, policiais militares trocaram tiros com ocupantes de um Gol branco, que fugiram em direção à região de chácaras do bairro Osmar Cabral. Na perseguição, os bandidos perderam o controle do carro e caíram de uma ponte de madeira.

Em seguida, fugiram a pé. Apesar do intenso tiroteio, ninguém ficou ferido.

No carro, os policiais apreenderam uma munição de escopeta e outra de fuzil. O automóvel foi recuperado e levado para o pátio do Plantão Metropolitano da Capital.