Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Policial

Sequestro a caminhoneiro foi armado por detentos, diz delegada em MS

Homem ficou refém de bandidos enquanto veículo era levado ao Paraguai. Suspeito alega ter sido ameaçado caso não participasse.

G1

24 de Agosto de 2012 - 08:31

O sequestro e roubo a um caminhoneiro no sábado (18), em Campo Grande, foi planejado por dois detentos do presídio de segurança máxima da cidade, de 26 e 35 anos, segundo a delegada que investiga o caso, Maria de Lourdes Cano. Ela disse ao G1 nesta quinta-feira (23), que o suspeito preso em Ponta Porã, levando o veículo ao Paraguai, foi transferido para a Capital. Ele confessa o envolvimento no crime, mas diz ter sido ameaçado pelos comparsas caso não participasse.

Maria de Lourdes explica que a vítima estava em Mato Grosso do Sul por conta de um falso pedido de transporte de carga.

“De dentro do presídio, os mandantes recrutaram, por celular, o resto da quadrilha e comandaram a ação. Os presidiários ligaram para a empresa de cargas e contrataram o serviço do caminhoneiro, que mora em Cuiabá (MT)”, fala a delegada.

Segundo a delegada, o homem foi rendido por dois suspeitos em um posto de combustíveis e levado a um cativeiro perto da BR-163. Um deles ficou com a vítima enquanto o veículo era levado.

A carreta foi parada para fiscalização em um posto da Polícia Rodoviária Federal em Ponta Porã. O motorista confessou o crime e disse onde ficava o cativeiro. Uma equipe de policiais foi ao local. O suspeitou tentou correr, atirou nos policiais e acabou morto com um tiro.

Outro lado
O suspeito disse ao G1 que os comparsas ligaram para ele o chamando para o crime. “Eu só dirigi, e fiz isso porque teve muita pressão na minha cabeça e minha família foi ameaçada. Não sei como eles no presídio conseguiram meu telefone”, afirma.