Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Policial

Tia pode ter trocado criança assassinada por drogas

A vítima foi encontrada próximo a uma lagoa na Fazenda Gauchinha, divisa com a aldeia Te’Yikuê, em Caarapó

Caarapó News

23 de Dezembro de 2010 - 08:00

As investigações sobre o assassinato de uma menina índia, descoberto ontem em Caarapó, indicam que a menina teria sido trocada por drogas pela própria tia. Na manhã de ontem, a Polícia Civil apreendeu dois adolescentes (15 e 16 anos) que foram acusados de terem participação na morte Luzimara Almeida Martins, 8 anos, cujo corpo apresentava sinais de violência sexual.

A vítima foi encontrada próximo a uma lagoa na Fazenda Gauchinha, divisa com a aldeia Te’Yikuê, em Caarapó. A dupla de adolescentes nega participação no crime, mas segundo lideranças indígenas os dois são conhecidos por comercializar droga dentro da reserva. Na casa de um deles foram encontrados entorpecentes.

A polícia investiga a suspeita que a menina tenha sido trocada por drogas, pela tia (17 anos) e por um primo (15 anos), ambos apreendidos na noite de ontem. Eles teriam sido vistos saindo da aldeia, em companhia da vítima, em direção ao local onde ocorreu o crime.

Apesar da acusada negar o fato, a polícia tem informações que ela teria contado para companheiras de cela, na delegacia, que teria trocado a sobrinha por entorpecentes.

O crime

Por volta das 7 horas de ontem, a mãe de Luzimara viu quando a menina, a tia e o primo saíram para ir até a fazenda. Ao retornar, às 17 horas, a tia disse para a mãe da menina que a menor teria morrido afogada em uma lagoa. Indo até o local, a mãe encontrou o corpo da criança sob uma árvore e acionou a polícia. A polícia constatou que havia marcas de abuso sexual, mordidas e lesões na nuca, provocadas por pancadas, possivelmente de barra de ferro, encontrada nas proximidades, e levou o corpo para o Instituto Médico Legal, para um exame necroscópico.