Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 18 de Abril de 2021

Política

Ao enaltecer Judiciário, David diz que classe política está desgastada e sem poder de mobilização

O líder dos solidários discursou por cerca de 8 minutos na sessão extraordinária que aprovou o Projeto de Lei de número 29 de autoria do Poder Executivo.

Marcos Tomé/Região News

11 de Novembro de 2014 - 16:05

O vereador David Moura de Olindo (SDD), que além de legislador preside a 25ª subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Sidrolândia, ao enaltecer a ação do Poder Judiciário na garantia dos direitos individuais, coletivos e sociais, expos a inércia do Poder Público e a falta de credibilidade dos políticos numa retorica flagrante da fragilidade da classe política do País.

Com frases de feitos e termos persuasivos, David chegou a afirmar que; caso não houvesse a participação do Judiciário na organização do evento que atraiu mais de 3 mil pessoas as ruas da cidade, na maior manifestação popular da história até aqui em se tratando da criação de um conselho (o COMAD), o resultado certamente teria sido outro.

“Se agente chamar, o povo não vem. Estamos dizendo obrigado senhores juízes, promotores e defensores, por fazer a sociedade se mobilizar e instituir aquilo que ela mesma precisa”, aponta Olindo, enfatizando que os vereadores têm lutado no cumprimento de suas tarefas no legislativo, mas a crise que assola a credibilidade dos instrumentos públicos não é uma prerrogativa só de Sidrolândia.

O líder dos solidários discursou por cerca de 8 minutos na sessão extraordinária que aprovou o Projeto de Lei de número 29 de autoria do Poder Executivo que institui o Conselho Municipal Antidrogas (COMAD), arrancou aplausos e finalizou sua retorica clamando por transparecia e maior participação da sociedade.