Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Janeiro de 2021

Política

Bernal deve anunciar secretariado no próximo dia 31

O progressista havia adiantado que contará com a participação de pessoas de fora do Estado em sua administração, principalmente filiados ao PP.

Willams Araújo/Conjuntura Online

27 de Dezembro de 2012 - 08:30

A equipe de secretários que atuará em Campo Grande nos próximos quatro anos de mandato deve ser anunciada no dia 31 de dezembro, um dia antes da posse do prefeito Alcides Bernal (PP), que ocorrerá no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. 

Em entrevista à imprensa da Capital na última terça-feira (25), Bernal garantiu já ter em mãos todo seu secretariado. No entanto, não mencionou nomes dos integrantes de sua equipe administrativa.

“Talvez até mesmo no dia da posse, dia 1°. Vai ficar para esses dias o anúncio, temos a lista completa, isso é certeza”, garantiu o progressista.

Bernal informou que aliados políticos terão cargos. “O principal, porém, é que colocamos em primeiro lugar o critério técnico, definido assim o melhor para Campo Grande”, acrescentou.

Eleito no segundo turno das eleições após derrotar o deputado federal Edson Giroto (PMDB) e encerrar um ciclo administrativo de duas décadas dos atuais governistas, Bernal contou com o apoio de vários partidos que não conseguiram êxito na primeira fase da disputa, como PSDB, PPS e PV.

O progressista havia adiantado que contará com a participação de pessoas de fora do Estado em sua administração, principalmente filiados ao PP.

No início do mês, ele anunciou que estava na hora de mudar a visão de que só os nomes locais são bons, abrindo espaço para nomear pessoas de outros Estados.

“Vai ter gente do Estado e pessoas reconhecidamente capazes, gente que o Brasil todo conhece e que está preparada”, disse Bernal em entrevista ao Midiamax.

Além de desejar feliz Natal para todos os campo-grandenses, o prefeito eleito reafirmou o compromisso em trabalhar de modo que eles tenham certeza de que tudo foi definido para que o melhor seja feito pela Capital.

Durante a entrevista, Bernal aproveitou para provocar os adversários políticos. “Que a classe política cumpra o papel de buscar o bem comum e aja com coerência para defender os interesses públicos”.