Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Política

Cotada para vice do PSDB na Capital, subcomandante da PM é exonerada

Ex-subcomandante da PMMS já é filiada ao PSDB e afirmou que está à disposição do partido.

Campo Grande News

06 de Junho de 2024 - 09:15

Cotada para vice do PSDB na Capital, subcomandante da PM é exonerada
Coronel Neidy Nunes Barbosa Centurião foi exonerada do cargo de subcomandante da PMMS e é cotada como vice do PSDB em Campo Grande(Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo).

Cotada para compor a chapa majoritária do PSDB para disputar a Prefeitura de Campo Grande, a subcomandante da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), coronel Neidy Nunes Barbosa, foi exonerada. A demissão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Governo nesta quarta-feira (5).

Ao Campo Grande News a coronel confirmou que a exoneração foi motivada por "fins políticos". Segundo ela, houve o convite para concorrer ao cargo de vice-prefeita ao lado do deputado federal e pré-candidato a prefeito de Campo Grande, Humberto Pereira, o “Beto Pereira" (PSDB). "Ainda está em construção", disse.

A ex-subcomandante da PMMS já é filiada ao PSDB e afirmou que está à disposição do partido. Para a disputa na Capital, o partido tucano já tem apoio de cinco legendas: Podemos, Cidadania, Republicanos, PSD (Partido Social Democrático) e PSB (Partido Socialista Brasileiro).

O nome do presidente da Câmara Municipal, vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), foi ventilado, mas decisão para definir o candidato a vice-prefeito da chapa, segundo o PSDB, depende de resultados de pesquisas de opinião do eleitorado.

De acordo com a legislação eleitoral, entre 20 de julho a 5 de agosto, partidos e federações devem realizar convenções partidárias para escolher candidatas e candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Após a definição, os partidos têm até 15 de agosto para registrar os nomes na Justiça Eleitoral.