Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 12 de Abril de 2024

Política

Em nota, ex-prefeito Daltro Fiuza diz que partido terá autonomia e descarta aliança com Vanda

A nota, que Daltro assina como presidente do diretório municipal, é uma reação a proposta encaminhada pelo deputado estadual Márcio Fernandes.

Marco Tomé

28 de Fevereiro de 2024 - 13:20

Em nota, ex-prefeito Daltro Fiuza diz que partido terá autonomia e descarta aliança com Vanda
Ex-prefeito, Daltro Fiuza. Foto: Região News.

O ex-prefeito Daltro Fiúza, em nota oficial distribuída agora há pouco, garantiu que o diretório municipal do MDB de Sidrolândia terá autonomia para definir os rumos do partido na sucessão em Sidrolândia, sem interferências das demais instâncias partidárias, regional e nacional.

A nota, que Daltro assina como presidente do diretório municipal, é uma reação do ex-prefeito a proposta encaminhada pelo deputado estadual Márcio Fernandes à Executiva Estadual emedebista, de reedição na eleição de 2024 do apoio a prefeita Vanda Camilo.

Daltro definiu como "falas “isoladas” a manifestação do parlamentar que ao "emitir uma opinião própria, não há nenhum poder ou ingerência sobre o Diretório local". Na nota, Daltro descartou a possibilidade de apoio a reeleição da prefeita.

"O atual presidente Estadual do partido, o ex-senador Waldemir Moka bem como André Puccinelli, tem ciência sobre a situação do partido na localidade, que possui quadro completo para disputa de vereadores e prefeito, não havendo nenhuma hipótese em discussão sobre reeditar apoio", destacou no manifesto.

LEIA NA INTEGRA

O Presidente do Diretório Municipal do Movimento Democrático Brasileiro MDB, o Sr. Daltro Fiúza, vem emitir uma nota referente as notícias que vinculam o partido nas eleições que se aproximam.

Sobre as condições de candidaturas pelo partido no Município, estas estão restritas ao diretório que está constituído conforme a legislação eleitoral, não havendo nenhuma interferência tanto Estadual quanto Nacional, sendo de total liberdade na escolha.

Sobre as falas “isoladas” do Deputado Estadual Marcio Fernandes (MDB), este emitiu uma opinião própria, não havendo nenhum poder ou ingerência sobre o Diretório local.

O atual presidente Estadual do partido o ex-senador Moka bem como André Puccinelli, tem ciência sobre a situação do partido na localidade, que possui quadro completo para disputa de vereadores e prefeito, não havendo nenhuma hipótese em discussão sobre reeditar apoio.