Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Outubro de 2021

Política

Jocelito Krug quer levar 80% dos municípios a Marcha à Brasília

A Assomasul é uma das entidades municipalistas mais assíduas do evento que movimenta prefeitos de todo o País

Willams Araújo

22 de Março de 2011 - 08:56

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug (PMDB), prepara caravana de prefeitos para participar da XIV Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que ocorreá de 10 a 12 de maio na capital federal.  
A Assomasul é uma das entidades municipalistas mais assíduas do evento que movimenta prefeitos de todo o País.

Krug garante grande participação durante o evento. Ele pretende levar 80% dos prefeitos do Estado à capital federal. “Estamos enviando mensagens por correio e celular aos gestores. É com a Marcha que conseguimos repercutir assuntos importantes com o governo federal”, destaca. 
 
O presidente da Assomasul afirma que a principal reivindicação dos municípios sul-mato-grossenses será a regulamentação da Emenda Constitucional 29. Segundo ele, o tema também será pauta das reuniões de bancada no Congresso, agendadas para 11 de maio, às 18h. 

“A maioria dos municípios do Mato Grosso do Sul gasta, em média, 20% do Orçamento em Saúde. É preciso regulamentar a Emenda 29”, frisa. 
 
Será a primeira Marcha em que Krug participa na condição de presidente da Assomassul, mas ele já esteve presente em todas as outras e confia na credibilidade do encontro promovido pela CNM (Confederação Nacional de Municípios). “Os problemas acontecem nos municípios e é preciso discuti-los a nível nacional”, diz.  
 
Com a esperança de que, enfim, o Congresso Nacional e o Executivo regulamentem o financiamento da Saúde pública previsto na Emenda Constitucional 29, os municípios brasileiros se unem mais uma vez em torno do movimento organizado pela CNM.

Além de Saúde, outras deliberações importantes de impacto nos municípios e na comunidade local estão na pauta, como Educação e Saneamento Básico, por exemplo. 

A programação da Marcha prevê também painéis temáticos de: Meio Ambiente, Finanças Municipais, Contabilidade Pública, Desenvolvimento Urbano e Jurídico. E os prefeitos deverão se reunir com os parlamentares para apresentar as principais reivindicações em nível estadual.

O encontro deve contar com a participação de representantes do governo federal, deputados, senadores, técnicos especialistas e milhares de gestores municipais. Parar garantir participação no maior encontro municipalista nacional, este ano com o tema Brasil: uma federação incompleta, a ficha de inscrição no site do evento deve ser preenchida.

De acordo com o presidente da FMM (Frente de Mobilização Municipalista), Gilmar Alves da Silva, a expectativa de aproximar do novo governo e pressioná-lo a regulamentar a Emenda 29 tem motivado os prefeitos e demais gestores municipais do Estado a participar do encontro.

“É a primeira Marcha que vamos ter com a presidente Dilma [Dilma Rousseff] e esperamos conseguir êxito, principalmente, este ano, em que o governo já demonstrou vontade de regulamentar a Emenda Constitucional 29”, disse. “Tenho certeza que teremos uma participação maciça do Estado do Goiás”, garantiu Silva.