Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Política

Marisa diz que deseja vaga no TCE e rebate suposto desinteresse

Difícil alguém que tem 40 anos de vida publica, com eu, não queira a possibilidade de terminar a carreira no TCE. É mais um desafio”, completou.

Campo Grande News

13 de Abril de 2011 - 08:54

"Claro que eu gostaria”. Foi com esta frase que a senadora Marisa Serrano (PSDB), respondeu, nesta manhã, sobre o interesse em assumir a vaga aberta após a morte de Celina Jallad no TCE (Tribunal de Contas do Estado).

“Difícil alguém que tem 40 anos de vida publica, com eu, não queira a possibilidade de terminar a carreira no TCE. É mais um desafio”, completou.

A peesedebista, no entanto, ressalta ter consciência que a vaga é da Assembleia Legislativa e que "não pode interferir". Ela rebateu a informação de que teria dito que não iria mover uma palha pela indicação.

“Construíram esta frase. Eu não disse isto. Só afirmei que a vaga é da Assembleia”, disparou.

Segundo a senadora, caso os parlamentares a credenciem a ficar com a vaga no tribunal, vai assumir. “Gostaria de substituir a Celina, uma excelente política e minha amiga”, encerrou.

Na sessão de ontem na Assembleia, o deputado Londres Machado (PR) reforçou que o deputado Antônio Carlos Arroyo, seu colega do partido, é um dos favoritos ao cargo. Para o veterano, Marisa Serrano teria perdido força na indicação.

O governador André Puccinelli (PMDB) chegou a manifestar preferência por Arroyo, no entanto, admitiu já ter conversado com a peesedebista sobre o assunto.