Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Política

Oitiva da CPI da Assembleia de hoje investiga saúde indígena em MS

Desde o dia 18 de setembro representantes da comunidade indígena estão na sede da SESAI exigindo a saída da atual direção

Campo Grande News

03 de Outubro de 2013 - 09:23

A CPI da Saúde da Assembleia irá realizar reunião hoje para discutir a saúde indígena em Mato Grosso do Sul. Foram convocados o presidente do conselho distrital da saúde indígena, Fernando de Souza Terena e o coordenador da SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena), Nelson Carmelo. O evento irá acontecer às 14h, na Casa de Leis.

O presidente da comissão parlamentar, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), afirmou que como o Estado possui a segunda maior população indígena do país, os deputados não podem deixar de apurar a qualidade da saúde oferecida a este povo.

“Iremos dedicar uma capítulo do relatório final da CPI exclusivo para questão indígena, vamos tentar contribuir para que a situação melhore para todos”, afirmou ele.

Ocupação – Desde o dia 18 de setembro representantes da comunidade indígena estão na sede da SESAI exigindo a saída da atual direção. Fernando Terena destacou que apesar dos recursos terem aumentado, as ações e melhorias diminuíram. “Em 2009 eram R$ 20 milhões, este ano subiu para R$ 45 milhões e ano que vem chegaremos aos 50 (milhões), no entanto as condições estão precárias”.

O conselheiro ainda reclamou da falta de comunicação da direção estadual com a comunidade indígena. “Toda gestão que não discute as políticas de saúde com os conselhos está errando, pois este é o melhor instrumento tanto para fiscalizar como para contribuir com o gestor, vamos definir apenas data e horário para fazermos esta reunião”, ressaltou.