Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Política

Pesquisa já mostrava em dezembro que PMDB não venceria Murilo

Puccinelli disse que a eleição para prefeito que acontece no próximo domingo (6) é o momento de união dos moradores

Campo Grande News

31 de Janeiro de 2011 - 15:00

O governador André Puccinelli, acompanhado do prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho, esteve em Dourados na manhã desta segunda-feira para “turbinar” a campanha de Murilo Zauith (DEM) à prefeitura. André conversou com mais de 1.000 pessoas durante coletiva na Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados).

Puccinelli disse que a eleição para prefeito que acontece no próximo domingo (6) é o momento de união dos moradores. “Todos juntos para cuidar de Dourados”, conclamou o governador.

André reafirmou que não forçou o PMDB a apoiar Murilo na sucessão pela prefeitura, após o escândalo iniciado pela Operação Uragano, em setembro do ano passado, que tirou Ari Artuzi e todo o alto escalão do governo municipal.

“Em dezembro tive acesso a uma pesquisa que mostrava que o PMDB não tinha força para vencer o Murilo”, explicou-se Puccinelli.

Sobre a estratégia do PT em apoiar Murilo Zauith na eleição extemporânea, no intuito de obter o apoio do Democratas na disputa ao governo do Estado em 2014, André desconversou.

“Não é o momento de discutir sucessão estadual. Quem fala isso não tem o que fazer e não gosta de Dourados. Essas pessoas deveriam se mudar daqui”, frisou o governador.

Murilo agradeceu o apoio de Nelsinho Trad à disputa ao Senado no ano passado. Mesmo sem conseguir ser eleito, Zauith destacou que foi o segundo mais votado em Campo Grande na disputa pelo Senado Federal.