Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Política

Prefeito de Jateí, Arilson Targino, filia-se no PMDB

Assessoria

16 de Maio de 2011 - 15:44

Em cerimônia realizada na noite desta sexta-feira no Clube dos Amigos de Jateí o prefeito Arilson Targino assinou a ficha de filiação no Partido do Movimento Democrático Brasileiro na presença do presidente do Diretório Estadual, Esacheu Nascimento.

O prefeito saiu do PSDB e resolveu filiar-se ao PMDB depois de obter o aval de relevantes políticos e dirigentes da legenda. “Resolvi pelo PMDB depois de ter o apoio do governador André Puccinelli, do senador Moka e do presidente do PMDB, doutor Esacheu”, disse Arilson em seu pronunciamento.

 

Doutor Arilson que é médico se referiu aos suplícios passados em Jateí no exercício da profissão em tempos de dificuldades e depois falou da simpatia que nutre pelo PMDB desde a juventude. “Quando completei 18 anos optei por dar meu primeiro voto ao PMDB e assim o fiz durante a década de setenta. Era simpatizante do combate à ditadura feito por esta guerreira legenda contra o regime militar”, disse. E prosseguiu, “Depois que tive aval de políticos importantes da legenda, e de seu presidente me dizer que o PMDB preza pela autonomia das decisões do Diretório Municipal, não tive dúvidas, vi que ali era o meu lugar, concluiu Arilson Targino.

 

O PMDB foi à Jatei em caravana com representantes de diversos segmentos do partido. Estavam presentes representantes da Fundação Ulysses Guimarães com a presidente Maria Emilia Sulzer, o vice-presidente Gilton Almeida e o secretário geral Antonio Carlos Espíndola.  Pelo PMDB Mulher estava a presidente Carla Stephanini e a secretária geral Vera Amorim, pelo PMDB Social Comunitário o presidente Rosalvo Luiz de Oliveira e pelo PMDB Jovem a vice-presidente Luiza Leite.

 

Esacheu Nascimento iniciou seu pronunciamento no evento saudando os presentes e observando o fato de ter vereadores de diversos partidos na mesa de autoridades. “Pela composição desta mesa é possível constatar que o PMDB preza pela democracia e pelo pluripartidarismo, não obstante isto, estamos aqui imbuídos em construir um PMDB forte em Jateí para a prestação de bons serviços à sua população”, ressaltou.

 

Dirigindo-se ao novo membro, Esacheu ressaltou o histórico do partido. “Caro prefeito, somos um exército cívico de 2,5 milhões de pessoas porque acreditamos na proposta do PMDB. Resgatamos a democracia, as liberdades, a anistia política e construímos uma Constituição cidadã”, e prosseguiu, “Isto, prefeito, porque o PMDB não nasceu nos gabinetes, mas nas fábricas, escolas, ruas e lares brasileiros. Como diz o senador Pedro Simon, o PMDB é ruim, mas os outros partidos não são tão bons quanto ele”, enfatizou.

 

Esacheu prosseguiu falando que as boas intenções do PMDB ficam claras ao designar parte significativa de seu fundo partidário para a aplicação em disseminação de conhecimento aos brasileiros por intermédio da Fundação Ulysses Guimarães. “Precisamos de uma população esclarecida e preparada se queremos um país melhor. “Educação, saúde e segurança são expoentes entre as bandeiras defendidas pelo nosso partido e o PMDB faz a sua parte, ajudando na disseminação da cidadania e da informação”, concluiu.

 

O presidente do Diretório Municipal de Jateí, José Carlos Gomes, falou nas dificuldades enfrentadas outrora e no apoio dado pelos dirigentes regionais na ocasião. “Quantas vezes tivemos o apoio do doutor Ramez (Tebet), do Valter (Pereira), do Moka e do André (Puccinelli). Agora temos do doutor Esacheu e peço a todos os presentes que ajudem e apóiem a administração do doutor Arilson, pois assim estaremos apoiando nossa cidade”. José Carlos convidou a todos para o jantar onde a caravana do PMDB se despediu, partindo para Ponta Porã onde tinha outra reunião política na manhã seguinte.