Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Política

Rose Modesto é nome de Bernal para presidir Câmara de Vereadores

Agora, resta saber se a candidatura será de consenso ou terá disputa, na eleição marcada para primeiro de janeiro.

Campo Grande News

27 de Dezembro de 2012 - 15:22

A quinta-feira deve acabar com o nome da professora Rose Modesto (PSDB) consolidado como a candidata à presidência da Câmara Municipal apoiada pelo prefeito eleito Alcides Bernal (PP). Agora, resta saber se a candidatura será de consenso ou terá disputa, na eleição marcada para primeiro de janeiro.

Ontem, em reunião com Bernal, outros candidatos desistirem em prol de Rose, que foi procurada pelo Campo Grande News nesta manhã, mas não foi localizada. De acordo com o vereador Carlos Augusto Borges (PSB), o Carlão, o martelo foi batido após João Rocha (PSDB), Paulo Pedra (PDT), Jamal Salém (PR) e Thaís Helena (PT) desistirem. A escolhida também estava presente. “Os cinco candidatos estavam na reunião”, relata.

Para Carlão, Rose tem a vantagem de fazer parte do G-18, bloco que reúne 18 dos 29 parlamentares. “Não tenho dificuldade em votar nela. Voto em qualquer um do G-18”, salienta o vereador, também integrante do grupo.

Contudo, o grupo dos 18 pode se fragmentar. Rose é do PSDB, que apoiou Bernal no segundo turno, enquanto a maioria dos vereadores foi eleita pela chapa de Edson Giroto (PMDB), derrotado nas urnas.

No G-18, os mais cotados para a presidência eram Pedra, João Rocha, Mário César (PMDB) e Flávio César (PTdoB). Os dois últimos podem seguir na disputa. Edil Albuquerque (PMDB) também é candidato à presidência.

Integram o “grupo dos 18” Grazielle Machado (PR), Flávio César, Carlão, Airton Saraiva, Carla Stephanini (PMDB), Mário Cesar, Vanderlei Cabeludo (PMDB), professora Rose, João Rocha (PSDB), Luiza Ribeiro (PPS), Edson Shimabukuro (PTB), Otávio Trad (PTdoB), Paulo Pedra, Eduardo Romero (PTdoB), Elizeu Dionizio (PSL), Alceu Bueno (PSL) e Thais Helena (PT). O último a aderir ao grupo foi Gilmar Neri da Cruz (PRB).

Harmonia – Na pauta da reunião de ontem, realizada na produtora Macarena, também foi discutida a relação entre os poderes. Segundo Carlão, Bernal se posicionou em busca de apoio. O vereador avalia que será necessários mais reuniões, mas aposta num relacionamento harmônico.