Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 4 de Agosto de 2021

Política

Siufi manifesta apoio ao “Movimento 1% para a Cultura

MS Notícias

12 de Março de 2011 - 09:41

Em busca de apoio efetivo ao “Movimento 1% para a Cultura”, representantes do Fórum Municipal dos Artistas de Campo Grande e do Colegiado Setorial de Teatro de Campo Grande, estiveram reunidos na tarde de ontem, com o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Siufi (PMDB), no Gabinete da Presidência. Da reunião participaram Vitor Samúdio, Ricardo Thibao, Anderson Lima e Katiuska Azambuja e o encontro acabou se tornando um momento importante para o movimento, com a adesão de Paulo Siufi, que se comprometeu a trabalhar pela causa.

“Buscamos uma abertura política e a Câmara é o caminho. Pretendemos manter uma agenda constante dentro da Câmara Municipal e o Presidente Paulo Siufi, nos deu esta abertura”, frisou Vitor Samúdio, destacando que com a cultura fortalecida a sociedade como todo é beneficiada. Para Anderson Lima, a arte é o caminho mais curto para levar informação e conhecimento para qualquer segmento, além de unir e reforçar laços de valores entre as pessoas. Katiuska Azambuja relembrou da importância de dar valor ao ser humano e a cultura é a manifestação deste ser, longe das amarras frias do concreto gelado das edificações. Ricardo Thibao argumento que os artistas locais encontram reconhecimento fora do estado, mas não conseguem apoio na sua cidade.

"A nossa luta é para que cultura receba os incentivos e que a classe política tenha um olhar atento a este segmento que faz parte da população independente da classe social”, afirmou Vitor Samúdio.

Paulo Siufi abriu as portas da Câmara Municipal para que debates aconteçam entre os vereadores e junto à comunidade em busca de soluções para as questões da cultura. Lembrou de quanto tem buscado valorizar a arte, inclusive com o Espaço Arte dentre da Câmara Municipal, e do apoio que sempre ofereceu aos seguimentos das mais diversas comunidades organizadas ou não. Relembrou do papel importante da Câmara em passado recente com a aprovação do Plano Municipal de Cultura para Campo Grande, no qual está inserida a destinação de 1% da receita municipal para este segmento, e que até o momento ainda não foi tornado real.

Nos próximos dias, o grupo do Movimento 1% deve fazer uso da Palavra Livre da Câmara Municipal.