Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Política

Vander se queixa da falta de apoio e cobra Daltro devolução de secretarias

O parlamentar diz ter ficado magoado com o prefeito que não teria convidado para a inauguração de 150 casas populares

Flávio Paes/Região News

19 de Julho de 2011 - 09:00

Vander se queixa da falta de apoio e cobra Daltro devolução de secretarias
Vander se queixa da falta de apoio e cobra Daltro devolu - Foto: Emmileny Monteiro/Regi

Em sua passagem por Sidrolândia nesta segunda-feira, além de defender que o PT lance candidato, de preferência com o apoio prefeito Daltro Fiúza, o deputado federal Vander Loubet cobrou do prefeito a recomposição do espaço do partido na administração municipal hoje restrito a Secretaria Municipal de Assistência Social, ocupada pelo professor Marcio Marqueti e por militantes petistas ligados a corrente política do senador Delcídio do Amaral.

“Lembrei ao Daltro que gostaria de ver os companheiros que me apoiaram, reintegrados ao secretariado”, informou o deputado a professora Eliane  Salvati,  ex-secretária de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente e ao ex-secretário de Administração, Paulo Atílio, que foram demitidos dos cargos pelo prefeito como retaliação ao vereador Jean Nazareth, que se elegeu presidente da Câmara, derrotando a vereadora Roberta Stefanello, que era a candidata de  Daltro.

Embora tenha sido o segundo mais votado para deputado federal em Sidrolândia (com 1863 votos) Vander reclamou um “melhor tratamento do eleitorado” em reconhecimento a tudo que tem feito para a cidade, liberando recursos de emenda federais. “Sem falsa modéstia, avalio que viabilizei a primeira administração do Daltro. Contribui tanto na sua eleição, quando mantive contato com empresários que o ajudaram financeiramente na reta de chegada da campanha, e depois, com o prefeito eleito, garantindo verbas federais para várias obras”.

O parlamentar diz ter ficado magoado com o prefeito que não teria convidado para a inauguração de 150 casas populares “para as quais viabilizamos recursos”, lembrou.   

Mesmo assim, Vander diz que continuará ajudando o prefeito (“política não se faz com rancor”). Ele está confiante na liberação de R$ 450 mil já empenhados no Ministério das Cidades, para obras de pavimentação no centro da cidade.

Hoje o deputado estará em Nova Alvorada do Sul, Cidade de 20 mil habitantes onde prefeito é do PT, que receberá R$ 16,5 milhões de um  programa do Ministério das Cidades, o Pró-Transporte, para investimento em asfalto, drenagem e sinalização.  Maracaju deve receber do mesmo programa R$ 40 milhões.  O prefeito de Maracaju, Celso Vargas, prestigiou a reunião política que Vander participou na cidade.