Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 28 de Janeiro de 2022

Política

Youssif sofre novo revés na luta que trava para assumir vaga de Marun

Conjuntura Online

05 de Maio de 2011 - 13:23

Depois de perder no STF (Supremo Tribunal Federal) a queda de braço que travava com o deputado tucano Professor Rinaldo acerca da vaga deixada na Assembleia Legislativa pelo atual secretário de Habitação e deputado licenciado Carlos Marun (PMDB), o ex-parlamentar Youssif Domingos (PMDB) sofreu mais um revés nessa direção.

É que o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) não acatou, nesta quarta-feira, recurso de Youssif e do PMDB estadual para que o ex-deputado herde a cadeira deixada por Marun.

O recurso havia dado entrada em fevereiro no TJ e a decisão dos magistrados acompanha o que proferiu o STF: que os mandatos de membros do Legislativo que se afastarem das funções sejam assumidos pelos suplentes das coligações que elegeram os políticos afastados, e não pelos suplentes dos partidos desses.

Com a recusa do TJ em acatar o pedido de Youssif, o ex-parlamentar, que já foi também presidente da Câmara da Capital, deverá continuar no cargo de assessor especial do governador André Puccinelli (PMDB), com o qual tem um grande e estreito vínculo político.

Puccinelli, aliás, opera, nos bastidores da Assembleia, para reconduzir Youssif àquela Casa. Ele teria dois caminhos para seguir no propósito de emplacar mais uma vez o correligionário no Legislativo.

Uma das saídas seria contar com a compreensão de algum aliado da Casa para que este ceda a vaga a Youssif. A outra é considerada mais emblemática. O governador teria de lutar para que o republicano Antônio Carlos Arroyo consiga ser indicado, pela Assembleia, para o posto deixado pela ex-conselheira Celina Jallad (falecida) no Tribunal de Contas do Estado, abrindo assim uma vaga no Legislativo para o ex-deputado peemedebista.

As chances, no entanto, de Puccinelli optar por esta última estratégia são quase nulas. Explica-se: o governador tem escancarado, nos últimos dias, seu apoio à candidatura da senadora Marisa Serrano (PSDB) para o TCE.