Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

Política

Zeca apresentará moção de repúdio contra Acrissul, Famasul e Fiems

O presidente da Fiems, Sergio Longen, não compareceu, e foi representado pelo vice-presidente, Crosara Junior.

Investiga MS

14 de Abril de 2024 - 18:15

Zeca apresentará moção de repúdio contra Acrissul,  Famasul e Fiems
Deputado estadual Zeca do PT e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foto: Divulgação

O deputado estadual Zeca do PT, líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa, apresentará uma moção de repúdio contra a Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul ( Fiems) e Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), por conta da ausência de representantes das instituições na agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na sexta-feira, em Campo Grande.

“Uma estupidez, ignorância e falta de visão estratégica para os negócios que eles representam, quando se negam a participar do evento com o presidente Lula. Uma clara manifestação de partidarização política e ideológica de entidades que deveriam ser apartidárias, mas se negam a participar de evento que gera milhares de empregos, onde a JBS anunciou que vai duplicar a produção em Mato Grosso do Sul”, justificou.

Na avaliação do deputado, os presidentes das instituições não compareceram por serem ligadas ao ex-presidente, Jair Bolsonaro (PL). “Nada justifica. A não ser a inflamação praticada pelo bolsonarismo, que representa essa política de ódio, preconceito social e de redução do agro do Mato Grosso do Sul à insignificância que hoje essas três entidades representam”, criticou.

O deputado parabenizou os produtores que, independentemente da decisão das entidades, prestigiaram o evento,  e também o governador Eduardo Riedel (PSDB), que chegou a agradecer Lula por enviar mais de R$ 1 bilhão ao Mato Grosso do Sul.

“O governador Eduardo Riedel compareceu, independentemente das divergências que possa ter, porque sabe da importância do papel que tem e da grandeza do evento, que garantirá a ampliação da exportação da carne brasileira para o mercado chinês”, completou.

O presidente da Fiems, Sergio Longen, não compareceu, e foi representado pelo vice-presidente, Crosara Junior.

A moção deve ser apresentada nos próximos dias na Assembleia Legislativa, mas dependerá dos votos da maioria dos deputados para ser aprovada. Na Câmara, vereadores se negaram a votar um título de visitante ilustre para Lula, mas o presidente da Casa, vereador Carlão (PSB), aprovou a homenagem assinada pela presidência.