Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 20 de Abril de 2021

Mato Grosso do Sul

Caixa anuncia R$ 12 bilhões em recursos para o agronegócio

Campo Grande News

26 de Fevereiro de 2021 - 16:20

Caixa anuncia R$ 12 bilhões em recursos para o agronegócio
É hora de investir em tratores novos, mão de obra qualificada ou até mesmo em insumos agrícolas. (Foto: iStok)

O setor agrícola tem conquistado bons resultados nos últimos meses e tudo indica que o desenvolvimento desse segmento está longe de parar. Isso porque, além do cenário econômico mundial e demandas, o incentivo por parte do governo deve fazer a diferença para os produtores.

Para se ter uma ideia, a Caixa Econômica Federal acaba de anunciar a ampliação do Custeio Agro Antecipado para R$ 12 bilhões, por meio de uma live com a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa.

De acordo com o presidente do banco, Pedro Guimarães, já foram emprestados R$ 8 bilhões desde dezembro de 2020, e a expectativa é ter os 100% dos R$ 12 bilhões emprestados até o final de março ou início de abril.

Nesse contexto, é mais uma forma para que o produtor do campo realize um investimento em suas culturas, seja investindo em tratores novos, mão de obra qualificada, ou até mesmo em insumos agrícolas.

“Queremos beneficiar todos os segmentos, mas sem dúvida o pequeno agricultor, do Pronaf, é fundamental, porque a Caixa é o banco de todos os brasileiros, em especial dos mais humildes”, destacou o presidente.

É bom reforçar que os recursos estão disponíveis para custeio, comercialização, industrialização e também para investimento. Logo, talvez seja o momento ideal para pesquisar aquele tão sonhado maquinário, buscar por tratores à venda ou começar uma seleção de mão de obra.

Contente com a novidade, a ministra Tereza Cristina comemorou o fato de a Caixa estar entrando cada vez mais no setor agropecuário.

“É mais um banco com agilidade e capilaridade para emprestar para os agricultores e pecuaristas. O setor está trabalhando cada vez mais, mas o ponto crucial para continuar crescendo é o crédito, especialmente para os pequenos produtores”.

Guimarães comunicou que a carteira de crédito da Caixa para o agro já aumentou quatro vezes desde o início do governo, mas que o objetivo é alcançar a marca de R$ 40 bilhões ao final de 2022, o que representará um aumento de dez vezes a carteira da caixa no setor agropecuário no início da gestão.

As taxas para os produtores do Pronaf são de 2,75% ao ano, para os do Pronamp são de 4% ao ano e demais produtores de 5% ao ano.