Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 31 de Julho de 2021

Política

Daltro se diz injustiçado e que vitória de Vanda é resposta da vontade popular

O ex-prefeito venceu as eleições de 15 de novembro de 2020, quando saiu das urnas com 10.646 votos (46,44%), contra seu arquirrival, Enelvo Felini

Marcos Tomé/Região News

14 de Junho de 2021 - 15:30

Daltro se diz injustiçado e que vitória de Vanda é resposta da vontade popular
Ex-prefeito Daltro Fiuza em entrevista ao RN. Foto: Leoni Marcos/RN

Em meios as comemorações do resultado das urnas minutos antes da Justiça Eleitoral declarar oficialmente o candidato eleito (embora assessores já tinham encerrado os cálculos dos boletins de urnas) que dava vitória para Vanda Camilo, o ex-prefeito Daltro Fiuza, uma das figuras emblemáticas da política sidrolandense, durante entrevista ao RN na residência da candidata eleita, disse que a vontade popular fez justiça eleitoral.

O ex-prefeito venceu as eleições de 15 de novembro de 2020, quando saiu das urnas com 10.646 votos (46,44%), contra seu arquirrival, Enelvo Felini, que foi o segundo mais votado com 9.057 sufrágios. Já o empresário Moacyr de Almeida Filho, que morreu no último dia 7 teve 3.219 votos.