Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 13 de Junho de 2021

Saúde

Levantamento mostra que Sidrolândia tem 2.320 pessoas à espera da 2ª dose da CoronaVac

Em Sidrolândia há 2.320 pessoas que estão há mais de 28 dias à espera da segunda dose. No ranking estadual, cidade aparece na 7ª posição na fila de espera.

Flávio Paes/Região News

06 de Maio de 2021 - 08:37

Levantamento mostra que Sidrolândia tem 2.320 pessoas à espera da 2ª dose da CoronaVac
Em Sidrolândia há 2.320 pessoas que estão há mais de 28 dias à espera da segunda dose. Foto: Reprodução

A Secretaria Estadual de Saúde vai pedir ao Ministério da Saúde que envie 134.632 doses da CoronaVac para concluir a imunização do primeiro grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização, formado por indígenas, trabalhadores de saúde e população acima de 60 anos. Em Sidrolândia há 2.320 pessoas que estão há mais de 28 dias à espera da segunda dose. No ranking estadual, a maior fila de espera é em Campo Grande, onde faltam 47.718 doses. Sidrolândia está na sétima posição.

Conforme o PNI (Plano Nacional de Imunização), o Ministério da Saúde é responsável por comprar e encaminhar vacinas aos estados, que por sua vez fazem o remanejamento aos municípios. Mesmo que os entes municipais tenham certa autonomia para definir o calendário, eles têm seguido as recomendações federais de prioridade e logística. Ao longo dos últimos meses, foram enviadas 915,5 mil doses, sendo que foram aplicadas 553,2 mil "primeiras doses" e 219 mil "segundas doses".

Com cerca de 2,8 milhões de habitantes, o Estado já imunizou com duas doses cerca de 7,81% de sua população desde janeiro deste ano, após o início da campanha nacional de imunização. Vale lembrar que, para garantir total eficácia prevista contra a covid-19, são necessárias as duas aplicações - ainda que 19,7% tenha recebido pelo menos uma dose de vacina.

Além disso, vacinas da AstraZeneca - empresa responsável pela patente do imunizante fabricado no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) - tiveram aumento expressivo ao longo das últimas semanas na média de aplicações em Mato Grosso do Sul, enquanto as sino-brasileiras CoronaVac, feitas pelo Instituto Butantan, foram reduzindo.

Mato Grosso do Sul vacinou, em média dos últimos sete dias, pouco mais de 5,2 mil pessoas diariamente com 1ª dose. Comparado a quase três semanas atrás, esse índice dobrou. Apesar disso, tem sido feitas, em média, 491 aplicações diárias da segunda dose em pacientes sul-mato-grossenses, número que caiu vertiginosamente. Até agora 15,30% da população recebeu a 1ª dose e 7,23% está imunizada. Nos últimos 30 dias foram aplicadas 2.922 doses.