Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Julho de 2024

CAMPO GRANDE

Jovem morto pela PM fornecia armas para organização

Os militares deram voz de parada, mas Lucas disparou a arma.

Campo Grande News

04 de Junho de 2024 - 08:36

Jovem morto pela PM fornecia armas para organização
Arma, drogas e munições apreendidas em ocorrência. (Foto: Divulgação/BPMChoque).

O jovem que morreu ao ser baleado pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar durante troca de tiros, escondia drogas, arma e munições em casa, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Lucas Manaca Rodrigues tinha 19 anos, era fichado na polícia, e apontado como fornecedor de armas para uma organização criminosa. A polícia não detalhou que grupo é esse.

Lucas foi morto na noite desta segunda-feira (3) após policiais do Choque receberem denúncias. Quando chegaram na casa do Itamaracá, foram recebidos pela esposa de Lucas. Contudo, os militares disseram perceber que o rapaz tentava fugir pelos fundos do imóvel, carregando duas mochilas e uma arma de fogo em punho.

Lucas, de acordo com nota enviada pelo Batalhão à imprensa, acessou o quintal da vizinha e o alarme foi disparado. Na sequência, foi visto tentando se livrar de objetos em um terreno baldio. Ele continuou a fuga, até ser encontrado pulando a janela de um imóvel da redondeza.

Jovem morto pela PM fornecia armas para organização
Arma calibre 38 caída após rapaz ser atingido pela PM e marcas de sangue no chão. (Foto: Divulgação/BPM Choque)

Os militares deram voz de parada, mas Lucas disparou a arma. "Efetuou disparos contra os policiais não restando alternativa senão o revide da injusta agressão. Diante da complexidade da ocorrência, após o agressor atingido, foi feito o desarme, notando visível seus sinais vitais, o mesmo foi socorrido até a UPA Universitário, chegando ainda com vida sendo confirmado o óbito minutos depois pelo médico de plantão", diz a nota.

Foram realizadas buscas ao redor do local onde Lucas fugiu e uma mochila encontrada "contendo várias porções de cocaína e maconha", diz a polícia. Em outra mochila, os policiais encontraram mais porções de cocaína, além de um case de uma pistola com dois carregadores e várias munições de diversos calibres, furtadas no Bairro Monte Líbano. Já na casa de Lucas, o Choque encontrou uma espingarda sem marca aparente.

A polícia apreendeu: um revólver calibre 38 (que Lucas usou para disparar contra os policiais); 51 porções de maconha; 19 porções de cocaína; case de pistola com 2 carregadores e 5 munições calibre 9 milímetros; espingarda adaptada .22; sacola plástica lacrada contendo 1 mil pinos para armazenamento de cocaína; duas balanças de precisão; 17 munições .32; 5 munições .22; 3 munições .357; 1 munição .38; e 5 munições 9mm.

Outro dia - Na manhã desta terça-feira (4), a reportagem foi ao local e conversou com moradores. Na casa onde aconteceu a morte, o vizinho preferiu não falar. Já outras pessoas relatam nunca terem visto movimentação incomum na casa de Lucas.