Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Economia

Arrecadação federal em MS cresce 14,76% em outubro

Com crescimento nominal de 16,25%, em relação ao mesmo mês de 2013, a arrecadação fazendária alcançou o valor de R$ 356.022.239

Campo Grande News

26 de Novembro de 2014 - 10:37

A arrecadação de receitas federais em Mato Grosso do Sul totalizou R$ 589.464.403 em outubro deste ano. O valor é 14,76% maior em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a arrecadação foi de R$ 513,637,872, uma diferença de R$ 75,8 milhões, segundo dados divulgados pela delegacia da Receita Federal em Campo Grande.

Com crescimento nominal de 16,25%, em relação ao mesmo mês de 2013, a arrecadação fazendária alcançou o valor de R$ 356.022.239. O acréscimo é de R$ 49,7 milhões em relação a outubro do ano passado.

A arrecadação de receitas previdenciárias, por sua vez, somou R$ 233.442.163,00, crescendo R$ 26.056.037,00 em relação ao mesmo mês do ano passado, o que representa um alta de 12,56%.

De acordo com Receita Federal os setores econômicos que apresentaram aumento no valor arrecadado em outubro foram a extração de minerais metálicos, com 14,5 milhões; em seguida administração pública e defesa e seguridade social, com 6,8 milhões. Em terceiro lugar, está o setor de agricultura, pecuária e outros serviços, com 3,5 milhões; logo após o segmento de eletricidade, gás e outras utilidades, com 3,1 milhões e o setor de educação, com 2,3 milhões.

Apresentaram maior crescimento na arrecadação os tributos e contribuições de pagamento Unificado, com 19,4 milhões; em seguida, IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e demais obrigadas à apuração lucro real, com 9,7 milhões e contribuição previdenciária (RGPS), com 7,7 milhões.

Em quarto lugar na lista dos com maior arrecadação está a contribuição previdenciária 2402, de órgãos do poder público, com 7,2 milhões; em seguida o ITR (Imposto Territorial Rural), com 5,9 milhões e por fim, a contribuição previdenciária – 2100 de empresas em geral, com 5,8 milhões.