Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Policial

Capataz é indiciado por de furto de gado em Nova Andradina

O peão encontrou a porteira que faz divisa com outra fazenda, com o cadeado violado e totalmente aberta

Jornal da Nova

07 de Novembro de 2014 - 16:33

Na manhã desta quinta-feira (6), um pecuarista de 53 anos e seu funcionário de 25 anos, foram até a Polícia Militar do Distrito de Nova Casa Verde, noticiar o furto de 40 bovinos de sua propriedade rural, que fica na entrada do km 152, a 65 km da rodovia BR 267 naquela região.

Seu funcionário fechou o gado na última segunda-feira (3), para realizar uma contagem dos animais, logo percebeu que faltavam 40 bovinos, percorreu a fazenda para achar a imperfeição da cerca, que mostrasse por onde os animais passaram para recaptura-los.

O peão encontrou a porteira que faz divisa com outra fazenda, com o cadeado violado e totalmente aberta. O rapaz foi até a sede da fazenda e encontrou Francisco do Nascimento de 54 anos, que é capataz da fazenda, indagado sobre o ocorrido, Francisco teria dito que não sabia o que tinha acontecido e até disse para o peão, andar pela fazenda e se encontrasse o gado, poderia leva-lo.

Como já estava escurecendo, o peão da fazenda encontrou 10 cabeças de gado e disse para Francisco que buscaria o restante no dia seguinte. Francisco só permitiu a entrada o peão nesta quarta-feira (5) e o mesmo encontrou somente 4 bovinos já remarcados, o peão tirou fotos da remarcação e das orelhas onde leva a marca da fazenda em qual trabalha.

Os policiais militares de Casa Verde foram até a fazenda onde Francisco trabalha e indagou sobre o fato, mas ele negou no primeiro momento não sabendo sobre a origem da remarcação e nem do sumiço do gado. Ele foi conduzido à sede da PM em Casa Verde e, acabou confessando o crime de furto e que mais duas pessoas também haviam participado da ação.

Francisco disse que usaram uma Ford/F4000, de cor prata, do Assentamento Santa Clara, para onde o gado teria ido e que foram três viagens com 10 cabeças de gado cada. Ainda para a polícia ele disse que só receberia a quantia depois que o gado fosse vendido. Ele foi encaminhado a Delegacia de Polícia de Nova Andradina onde a autoridade policial o indiciou por furto e as investigações prosseguem para recuperar o gado e identificar os outros suspeitos.