Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Policial

Pai e filho perseguem ladrões de moto e jovem de 23 anos é morto a tiros

Testemunhas disseram aos policiais que um dos homens que procurava o autor do roubo junto com as vítimas atirou contra o jovem

Campo Grande News

31 de Outubro de 2014 - 07:49

Um jovem de 23 anos morreu a tiros na madrugada desta sexta-feira (31) e é mais um que fará parte da estatística da violência de Campo Grande. A revolta que terminou na morte do jovem começou com o roubo de uma moto, na Vila Santo Eugênio.

De acordo com o registro policial, uma equipe da Polícia Militar fazia rondas na região da Vila Santo Eugênio quando foi avisada de um roubo de moto ocorrido na Rua Bismarque. No local, os policiais descobriram que uma moto Honda Hornet havia sido roubada de um jovem, enquanto ele chegava na casa da namorada acompanhado do pai.

Dois homens armados em uma moto abordaram pai e filho e levaram a moto. Testemunhas disseram à polícia que um vizinho das vítimas, identificado como Jeunes Jeferson Amaral Fidelis, 23 anos, seguiu os assaltantes logo após o roubo e ainda mostrou uma arma para quem estava na região.

Pai e filho desconfiaram da identificação de um dos assaltantes e acompanharam uma equipe da Polícia Militar até uma casa no bairro Tiradentes, mas ninguém foi encontrado. Os policiais continuaram as buscas na região e por volta da meia-noite foram chamados pelo centro de operações da PM em razão de quatro homens que estavam armados em uma lanchonete, perto da rodoviária nova.

Os homens, entre eles o pai e filho vítimas do assalto, procuravam os assaltantes que roubaram a moto horas antes. Por volta das 2 horas de hoje, enquanto os policiais procuravam os homens armados, Jeunes Jeferson foi morto a tiros em frente da casa dele, na rua onde a moto de pai e filho foi roubada.

Testemunhas disseram aos policiais que um dos homens que procurava o autor do roubo junto com as vítimas atirou contra o jovem. Apesar das buscas, a moto roubada e suspeitos pela morte de Jeunes não foram encontrados.

O caso foi registrado como homicídio doloso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga e será investigado.