Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Policial

PMA conclui Educação Ambiental em Naviraí e fecha o ano com 25,8 mil alunos atendidos

Nesta semana, o Núcleo está em Naviraí onde atende 1.442 nesta tarde. No total foram atendidas 25,8 mil alunos em Mato Grosso do Sul

Assessoria

21 de Novembro de 2014 - 13:25

Nesta sexta-feira (21), a PMA (Polícia Militar Ambiental) realiza o fechamento das atividades de educação, na cidade de Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande. O Núcleo de Educação Ambiental realiza atendimentos desde 2009. Além da Capital, por mês é escolhida uma cidade do interior para participar da ação.

Nesta semana, o Núcleo está em Naviraí onde atende 1.442 nesta tarde. No total foram atendidas 25,8 mil alunos em Mato Grosso do Sul. Todas as 25 Subunidades da PMA no Estado desenvolvem sua missão voltada à Educação Ambiental.

Algumas somente com palestras e outras com melhor estrutura, a exemplo, a unidade de Dourados com o “Labirinto Ambiental”, em que as crianças visitam e deparam com os ambientes montados com os problemas ambientais atuais em forma de labirinto e, Corumbá, com o teatro de fantoches e a Sala de Aula Flutuante com palestras.

Na capital, além do Neam (Núcleo de Educação Ambiental), os trabalhos são desenvolvidos também pelo Projeto Florestinha, no CEA/Florestinha (Centro de Educação Ambiental Florestinha), que também atende a alunos da Capital e Interior.

As atividades de Educação Ambiental, tanto as executadas pelo Neam, como pelo Florestinha, são desenvolvidas em forma de oficinas temáticas, pelas próprias crianças do Projeto Florestinha e policiais.

A PMA investe em Educação Ambiental, por entender a necessidade de formar multiplicadores na busca da tão esperada transversalidade do tema Educação Ambiental. Nas escolas, a difusão das ideias é mais fluente e rápida, e a polícia acredita que o resultado virá em um futuro próximo.