Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Outubro de 2021

Policial

Presidente da Câmara foge de pijama para não ser preso pelo Gaeco

Ele é um dos oito vereadores investigados na Operação Viajantes, deflagrada para apurar a farra das diárias no município

Rio Pardo News

26 de Novembro de 2014 - 08:05

O presidente da Câmara de Ribas de Rio Pardo, Adalberto Alexandre Domingues (PRTB), o Betinho, fugiu de pijama para não ser preso nesta manhã pelo Gaego (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). De acordo com o site, o parlamentar ficou sabendo que o grupo estava na cidade com mandado de prisão em mãos e fugiu pulando o muro dos fundos da casa dele. Ele é um dos oito vereadores investigados na Operação Viajantes, deflagrada para apurar a farra das diárias no município.

A ação é resultado de investigação conduzida pela Promotoria de Justiça de Ribas do Rio Pardo, que apurou irregularidades no pagamento de diárias a vereadores e servidores de desvio de recursos públicos, por meio de contratações de empresas sem licitação ou por procedimentos licitatórios que não passavam de farsa, para beneficiar empresas de familiares e de amigos dos agentes públicos. A investigação revelou ainda que os agentes públicos forjavam viagens e participações em eventos e reunião fora do município para receberem indevidamente valores relativos a diárias.

O juiz Marcelo Andrade Campos Silva, que atua em substituição legal na Comarca, já havia determinado o sequestro de duas chácaras no município, em tese, adquiridas com recursos de origem não comprovada pelo presidente, vereador Betinho.

Na segunda-feira (24), o mesmo juiz, em outra ação, determinou a sustação de todos os cheques que foram emitidos pela Câmara Municipal e mandou o presidente interino que convocasse oito vereadores suplentes para ocupar o lugar dos afastados. (Colaborou o jornalista Kleber Souza, de Ribas do Rio Pardo)