Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Política

André diz que decisão sobre candidatura ao Senado já foi tomada

No entanto, ele vinha insistindo que não deseja ser candidato e apoiar nomes novos, como a vice-governadora Simone Tebet (PMDB).

Campo Grande News

06 de Março de 2014 - 14:19

O governador André Puccinelli (PMDB) insinuou, na manhã de hoje (6), que pode disputar o Senado nas eleições deste ano. Durante evento no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian, ele disse que decidiu “ontem à noite” e que houve mudança na disposição anterior, que era de continuar no cargo até dezembro e dedicar-se aos netos.

Ele disse que tomou a decisão na quarta-feira à noite. No entanto, fez mistério sobre o destino nas eleições deste ano. “Vocês vão saber no dia 6 de abril”, comentou, citando o prazo limite para renunciar ao cargo para participar das eleições deste ano.

O peemedebista vem sendo pressionado por aliados e por colegas de partido para renunciar ao mandato e reforçar a chapa do candidato a governador do PMDB, Nelson Trad Filho. André é apontado como favorito pelas pesquisas eleitorais.

No entanto, ele vinha insistindo que não deseja ser candidato e apoiar nomes novos, como a vice-governadora Simone Tebet (PMDB). Ela já disse que Puccinelli é o nome mais forte e deve tomar a decisão até meados deste mês.

“Se concretizar o que me disseram, vai ter mudanças”, ressaltou o governador, fazendo mistério sobre as decisões tomadas nos bastidores.

Outra hipótese é uma aliança entre o PT e o PMDB. A proposta teria sido feita pelo ministro chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que vem articulando as alianças regionais para garantir apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

Na manhã de hoje, o governador disse que houve mudança no cenário. Uma das mudanças pode ser a sua decisão de não disputar o Senado.