Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 31 de Julho de 2021

Política

Com Vanda eleita prefeita, Câmara começa discutir substituto na presidência

Articulações pela presidência da Câmara já estão em andamento com pelo menos 3 vereadores interessados no cargo.

Flávio Paes/Região News

15 de Junho de 2021 - 09:36

Com Vanda eleita prefeita, Câmara começa discutir substituto na presidência
Prefeita eleita Vanda Camilo e presidente Sandro Gonzáles. Foto: Arquivo/Marcos Tomé/RN

Antes da diplomação e posse da prefeita eleita Vanda Camilo no próximo dia 2 de julho, as articulações pela presidência da Câmara já estão em andamento com pelo menos 3 vereadores interessados no cargo para o qual foi escolhida dia 1º de janeiro a ainda prefeita em exercício.

O atual presidente, Sandro Gonzáles, que assumiu na condição de vice-presidente da Mesa Diretora, acha por direito que tem de ser efetivado e se contar com o aval dos seus colegas, pode recorrer a Justiça para fazer prevalecer o que julga sua prerrogativa.

Com Vanda eleita prefeita, Câmara começa discutir substituto na presidência
Daltro Fiúza e a filha vereadora Cristina Fiúza Foto: Paula Lúcia/RN

Correndo por fora, mas com aval do pai, Daltro Fiúza, está a vereadora Cristina Fiúza, atual 2ª secretária da Mesa Diretora. Ela contaria inclusive com o aval do deputado estadual, Paulo Corrêa, presidente da Assembleia Legislativa, que teve participação ativa na campanha de Cris e da própria prefeita.

A vereadora Joana Michalski também coloca seu nome a disposição, mas admite que a eleição da Mesa Diretora é uma construção política que só se resolve horas antes da eleição. A prefeita também terá um papel importante já que há especulações de que pelo menos um vereador, provavelmente Cledinaldo Cotócio, deve ser convocado para assumir uma Secretaria.

Com Vanda eleita prefeita, Câmara começa discutir substituto na presidência
Vereadora Joana Michalski. Foto: Paula Lúcia/RN

Neste caso assumiria a vaga no Legislativo, Juscelino Pereira. Também se cogita a vereadora Juscinei Claro para ocupar a Secretaria de Educação, o que abriria vaga para Mauro Silva.