Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 31 de Julho de 2021

Política

Dianteira de 1.288 votos na zona rural garantiu vitória da prefeita Vanda Camilo

Nos assentamentos, aldeia Córrego do Meio e no Quebra Coco, a prefeita obteve 2.968 votos, 63,85% dos votos válidos, enquanto Enelvo teve 1.680 votos

Flávio Paes/Região News

15 de Junho de 2021 - 14:23

Dianteira de 1.288 votos na zona rural garantiu vitória da prefeita Vanda Camilo
Bom desempenho na zona rural foi determinante para a vitória da prefeita Vanda Camilo. Fotos: Marcos Tomé/RN

O bom desempenho na zona rural, onde venceu em todas as seções, foi determinante para a vitória da prefeita Vanda Camilo na eleição de domingo que superou o candidato do PSDB, Enelvo Felini por uma diferença de 986 votos.

Nos assentamentos, aldeia Córrego do Meio e no Distrito de Quebra Coco, a prefeita obteve 2.968 votos, 63,85% dos votos válidos, enquanto Enelvo teve 1.680 votos, 36,14%. Com esta diferença de 1.288 votos, a prefeita conseguiu compensar a derrota na área urbana, onde perdeu 302 votos, um empate técnico literalmente: o tucano teve 8.102 votos (50,94%) e Vanda, 7.800 (49,05%).

Na estratificação do resultado entre população urbana e rural, fica evidente que a prefeita na zona rural garantiu uma vantagem folgada. No Assentamento Eldorado, por exemplo, Vanda teve 64% dos válidos. Somou 779 votos, enquanto Enelvo ficou com 434. No Assentamento Jiboia, a prefeita teve 71,24% dos votos (218), enquanto ao tucano restou 28,78% (88). No Capão Bonito, a prefeita garantiu 460 votos e o adversário, 220.

No Distrito de Quebra Coco, Vanda venceu por 352 a 244 votos. Na Aldeia Córrego do Meio, o resultado foi 298 a 246. No Assentamento Barra Nova, a prefeita ganhou por 181 a 68. No João Batista, 299 a 159 votos, em favor da prefeita. A menor diferença foi no Geraldo Garcia, 188 a 140 votos.

Dianteira de 1.288 votos na zona rural garantiu vitória da prefeita Vanda Camilo